Translate

quarta-feira, novembro 22, 2017

'Temos juízes com férias de 60 dias e outros que não trabalham às segundas e às sextas'


Costa concedeu entrevista à BBC Brasil em seu escritório uma semana antes de abrir a 23ª Conferência Nacional da Advocacia Brasileira, que ocorrerá entre 27 e 30 de novembro, cujo tema será a defesa de direitos fundamentais como um dos pilares da democracia.

Na conversa, ele fala sobre delação premiada, candidatura política de membros do Judiciário e se opõe ao foro privilegiado de políticos - tema que será analisado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) nesta semana. Também critica os altos pagamentos a juízes e servidores e a decisão do Supremo que permitiu a prisão após condenação em segunda instância.
Diz ainda que a maioria dos que apoiam o pacote de propostas legislativas do Ministério Público conhecido como Dez Medidas Contra a Corrupção não leram os pontos - como a aceitação de provas ilícitas se quem as produziu estiver de boa-fé e o fim da prescrição enquanto se aguarda julgamento.
Também comenta a atuação da OAB em relação ao impeachment da presidente Dilma Rousseff - a Ordem apoiou a abertura do processo, posição defendida pelas bancadas de 26 Estados no conselho, incluindo a de São Paulo.
Em nota após a publicação desta entrevista, a Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) afirmou "repudiar de forma veemente as afirmações" de Costa (veja nota ao final da reportagem).

segunda-feira, novembro 20, 2017

Plantas Medicinais de A à Z

As plantas medicinais (também chamadas de ervas medicinais) são plantas que possuem propriedades similares como drogas farmacêuticas convencionais. Os seres humanos têm usado eles ao longo da história para curar ou diminuir os sintomas de uma doença. As plantas formam os principais ingredientes dos medicamentos nos sistemas tradicionais de cura e têm sido a fonte de inspiração para várias drogas farmacêuticas importantes.
Vejam o indice nesse site: Vitaminas naturais



quarta-feira, novembro 15, 2017

Operação Babilônia. Os Arcontes.

babilonia

Uma agente secreta habilíssima tenta salvar a França contra a tentativa de um ataque nuclear de um louco general asiático o qual quer se vingar dos Franceses pela morte de seus familiares, esposa e dois filhos que foram vitimas de um atentado terrorista na Argélia em frente à embaixada Francesa naquele país, segundo o general Moon Li o atentado dos terroristas foi um protesto contra o governo Frances e dessa forma ele os vê responsáveis pela sua perda jurando de destruir os Franceses de qualquer forma. O seu intento é jogar uma bomba nuclear em Paris. Nasce o projeto de salvar a cidade Francesa com o nome da agente mais eficaz do momento: Operação Babilônia. 

Compare os preços:

  Amazon 

  Bookess 

 Createspace (manutenção)

sábado, novembro 11, 2017

Eminem e Beyoncé lançam música juntos

Música está no novo álbum do rapper, cujo lançamento deve ser anunciado no sábado (18).
O rapper Eminem e a cantora Beyoncé lançaram nesta sexta (10) a música "Walk on Water".
O novo single faz parte de "Revival", próximo álbum de Eminem. Ele deve anunciar a data de lançamento do disco no sábado (18), durante sua aparição no programa americano "Saturday Night Live".
O rapper não divulgava novos trabalhos desde o final de 2016, quando lançou "Campaign Speech", um rap de oito minutos no qual ataca diretamente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.



Justiça manda prender 'serial killer' de cães e gatos em SP

Justiça de São Paulo decretou nesta sexta-feira, 10, a prisão de Dalva Lina da Silva, de 48 anos, condenada por matar ao menos 37 cães e gatos em 2012 na capital paulista. Conhecida como "serial killer de animais", ela também teve a pena aumentada para 17 anos, seis meses e 26 dias de reclusão em regime semi-aberto, a maior do País envolvendo maus-tratos.
Em 2015, Dalva já havia sido condenada a 12 anos, seis meses e 14 dias de prisão pela morte de 33 gatos e 4 cães. O MPE recorreu solicitando o aumento da pena e obteve na quinta-feira, 9, decisão favorável da 10ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, que negou a apelação da defesa contra a condenação.
Agora, a Justiça ampliou de 12 anos e meio para 16 anos e meio a pena de Dalva em relação ao crime previsto no artigo 32 da Lei 9.605/98, que trata de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, e acrescentou a pena de um ano com base no artigo 56 da mesma lei, sobre o uso de substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente.
"Essa decisão é uma grande vitória, inédita no Brasil e, arrisco dizer, a maior do mundo. No ano passado uma pessoa foi condenada há 15 anos nos Estados Unidos por maus-tratos contra animais. Com essa reforma creio que essa condenação é a maior pena que se tem notícia no mundo", disse a promotora Vania Tuglio, do Grupo Especial de Combate aos Crimes Ambientais (Gecap), braço do MPE que também investiga maus-tratos contra animais.
Moradora da Vila Mariana, na zona sul paulistana, Dalva era conhecida por receber, abrigar e encaminhar para doação cães e gatos abandonados. Entidades de proteção passaram a desconfiar da rapidez com que ela conseguia encontrar um lar adotivo para os animais.
A ONG Adote um Gatinho decidiu contratar um detetive particular para acompanhar a movimentação na residência da acusada e, durante a investigação, ele flagrou a moradora depositando sacos de lixo na frente da casa da vizinha. Ao abri-los, deparou-se com 33 gatos e 4 cães mortos.
Dalva chegou a ser detida logo em seguida, em janeiro daquele ano, mas acabou liberada e pôde responder ao crime em liberdade. Na época, afirmou que cuidava de animais tirados das ruas há 13 anos e explicou que cinco dos animais tinham sido sacrificados por estarem doentes e que "nunca tinha visto" os outros.
Na primeira sentença, em 2015, a juíza Patrícia Álvarez Cruz afirmou que Dalva recebia os animais em sua casa já determinada a matá-los porque sabia que não teria condições de encaminhá-los à doação. "A ré tem todas as características de uma assassina em série, com uma diferença: as suas vítimas são animais domésticos. De resto, os crimes foram praticados seguindo o mesmo ritual, com uma determinada assinatura, com traços peculiares e comuns entre si, contra diversos animais com qualidades semelhantes e em ocasiões distintas. E o que é bastante revelador: não há motivo objetivo para os crimes. O assassino em série, como o próprio nome diz, é um matador habitual."
Patrícia explicou que, somente nos vinte dias em que foi observada pelo detetive, Dalva recebeu mais de 200 animais. "Diante disso, não é demasiado afirmar que centenas de animais foram mortos pela acusada", disse a juíza. Dalva perfurava os animais para levá-los à morte. "Não é difícil imaginar a morte desses animais: das milimétricas perfurações provocadas, o sangue se esvaía lentamente, até, por fim, provocar o choque hipovolêmico que os levava ao óbito", afirmou Patrícia.
A juíza também reconhece que o caso é inédito: "O reconhecimento do concurso material, na hipótese, implicará a aplicação de pena privativa de liberdade talvez sem precedentes em casos de maus-tratos contra animais. Mas a pena há de se ajustar à conduta do agente e o comportamento da acusada é igualmente inédito. Não se tem história de caso semelhante." Com informação do Estadão Conteudo. 

domingo, outubro 29, 2017

Murmúrios da vida de Andreia Camargo

A narrativa de uma vida vivida na duplicidade e nos mistérios da cumplicidade do sobrenatural, magias, pactos, romance, sofrimentos, torturas acontecem nessa narrativa.
Um romance belissimo de se ler, você não consegue largar a leitura um livro envolvente.
Nas melhores livrarias online:

Clube de autores

Amazon

Createspace

Bookess

Etc.

sábado, outubro 28, 2017

Lista das empresas que oferecem trabalho escravo no Brasil.

escravo 

Vocês gostariam de ver a lista completa das empresas que vem tratando os trabalhadores como escravos em pleno 2017? 
Estamos falando de 131 nomes que o Ministério do trabalho liberou  estabelecimentos de todo o país, além de informar o número de trabalhadores envolvidos, o ano da ação fiscal e o CNPJ correspondente. 
Lista dos escravos no Brasil aqui.




segunda-feira, outubro 23, 2017

O livro Best Seller record de venda de 2017 "Para onde me leva o rio"

Um livro de contos comicos, humoristicos.
Para onde me leva o rio é uma metáfora fazendo alusão às pessoas que se deixam levar pelos acontecimentos do dia a dia, como o termo deixa a vida me levar, como a maior parte dos brasileiros levam a vida conforme as correntes do rio, sem preocupação e estresse, se deixam transportar como as águas de um rio. Nesse livro a autora escreveu vários contos na maioria humorísticos com linguagem popular.


Excelente para ser presenteado por tratar-se de uma obra humorística onde o sorriso é garantido.














Gratidão da autora!